A Estática Patrimonial
A Estática Patrimonial

A Equação de Equilíbrio Patrimonial

 

Vimos que o Patrimônio de uma entidade é composto por Bens, Direitos e Obrigações.

Representação Gráfica do Patrimônio 

   LADO DIREITO             LADO ESQUERDO

           BENS                         OBRIGAÇÕES

       DIREITOS                        EXIGÍVEIS


Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido

Contabilmente o lado esquerdo da equação de equilíbrio patrimonial, vamos denominar de ATIVO e o direito de PASSIVO.

ATIVO: é o conjunto de bens e direitos de propriedade da empresa. Sãos os itens positivos do patrimônio; trazem benefícios, proporcionam ganho para a empresa.

PASSIVO: Significa as obrigações exigíveis da empresa, ou seja, as dívidas que serão cobradas, reclamadas a partir da dada de seu vencimento.

PATRIMÔNIO LÍQUIDO: Representa o total das aplicações dos proprietários na empresa. Toda empresa necessita de uma quantia inicial de recursos para suas primeiras aquisições, seus primeiros pagamentos. O que vamos chamar de CAPITAL PRÓPRIO.

O Balanço Patrimonial

A partir de agora passaremos a representar o Patrimônio através do mesmo gráfico, porém com o título de Balanço Patrimonial.                                                               O Balanço Patrimonial é uma das demonstrações contábeis exigidas pela Lei de nº 6.404/76 – Lei das S/A, e deve exprimir com clareza, a situação do Patrimônio da empresa em um dado momento.

Formação do Patrimônio e suas Variações

Para se constituir uma empresa é preciso que se tenha, inicialmente, um Capital. Quando a empresa está sendo constituída, a palavra Capital é usada para representar o conjunto de elementos que o proprietário da empresa possui para montar o seu negócio e, conseqüentemente, iniciar suas atividades.

O Capital Inicial pode ser composto de:                                                                                                          

Somente dinheiro;

Parte em dinheiro e parte em outros Bens

Parte em dinheiro parte em outros Bens e parte em Direitos. 

O Termo ‘Capital’ em Contabilidade

De maneira geral o termo capital significa recursos.

—Eles recebem várias denominações:

Capital

Capital Inicial

Capital Nominal

Capital Subscrito

Capital Social

No lado do passivo eles são classificados em:

Capital próprio: são os recursos (financeiros ou materiais) dos proprietários (sócios ou acionistas) aplicados nas empresas.

Capital de terceiros: são os recursos de outras pessoas (físicas ou jurídicas) aplicados na empresa

Origens x Aplicações

Todos os recursos que entram numa empresa passa pelo Passivo e Patrimônio Líquido.

Através do Passivo e do Patrimônio Líquido, portanto, identificam-se as origens de recursos.

O Ativo, por sua vez, evidencia todas as aplicações de recursos.

Visto que o Patrimônio de uma empresa é representado pelo Balanço Patrimonial em um gráfico de dois lados e os mesmos lados devem permanecer com o mesmo total.

O lado do Passivo mostra a Origem de Capitais, isto é, como a empresa conseguiu os recursos que possui; e o lado do Ativo mostra a Aplicação de Capitais, isto é, onde a empresa aplicou os recursos originados, conforme mostra o lado do Passivo.

—  Exemplo Prático

—A Cia Futuros Contadores inicia sua atividade com um capital de R$ 300;

—A Cia, faz um empréstimo no valor de R$ 550;

—A Cia, compra um terreno por R$ 470;

A Cia, compra a vista mercadorias para revenda no valor de R$ 230

Translate this Page

Rating: 3.3/5 (72 votos)

ONLINE
2


Partilhe este Site...